Pesquisar este blog

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Glória






















digam-me onde há glória!
quero Glória, em pires
ou dentro de latinhas
de cerveja
para consumo imediato
ela me enlouquece
embriaga e engana
fode-me por ter
credibilidade

depois do Katrina
ou que nome tenha
o furacão-menina
seja na janela
ou na latrina
o cuspe, o vômito
e o gozo renovam-me

e se existe glória nesse mundo
quero-a assim, com nome de mulher
quero foder Glória!
e toda sua história
mentirosa e infame
com sotaque de redenção
e acompanhem-me os coros de
“Glória, glória, aleluia
glória, glória, aleluia!”

Um comentário:

Silvana Nunes .'. disse...

FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... passando para dar uma atualizada.
Bom domingo para você.
Saudações Florestais !