Pesquisar este blog

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

uma ópera introspectiva

















se ao menos me lembrasse
de quem sou por trás
da maquiagem branca e carmim

se soubesse dos cantos
desafinados
de minhas vontades

o ator em minha ópera
esquecida
falida

ensaio um sorriso falso
uma reverência
mas caio, ao curvar-me

uma comédia trágica
represento e vivo
nalgum teatro vazio

sem esperar aplausos
ou reconhecimento
antes das cortinas baixarem.

Um comentário:

.Leonardo B. disse...

[o teatro antigo do mundo suporta todas a maquilhagens... o nosso rosto não: escondem o nosso sorriso aos encontros e desencontros da vida... e um sorriso interior é insuficiente]

um imensamente imenso abraço

Leonardo B.